4 meses parada, obra do molhe do Gravatá aguarda repasses do Governo Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A obra no molhe do bairro Gravatá, em Navegantes, está longe de ser concluída. O projeto que prevê uma área de 300 metros no molhe foi iniciado em novembro de 2018, porém, no final de fevereiro de 2019 a obra já estava parada por falta de repasses do Governo Federal.

O projeto do molhe está na sua fase inicial, onde está prevista a construção de 70 dos 300 metros contemplados no projeto. Só esta primeira fase teria o custo de 470 mil reais aos cofres federais, mas deste montante apenas R$ 104 mil foram liberados até o momento e foi usado nos trabalhos de novembro e dezembro. Não se sabe ao certo o motivo da falta dos repasses para a obra, mas já se sabe que a prefeitura já tirou o dela da reta e empurrou o pepino para Brasília. Segundo o site da administração do município a liberação do valor para a continuidade das obras é de responsabilidade única e exclusivamente do Governo Federal.

O valor cobrado do repasse atrasado é de R$ 157 mil, valor esse das obras realizadas no mês de janeiro. Segundo o próprio engenheiro responsável pela obra, assim que o Governo Federal realizar o pagamento os trabalhos já realizado, em um mês finalizam o restante da obra.