Mãe e filho de 1 mês seguem desaparecidos em Itapema

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação

Josiéli Lopes de 36 anos e seu filho de apenas um mês estão desaparecidos em Itapema desde o dia 16 de setembro.

Josi tem um filho de 17 anos de seu antigo casamento e que mora em Palhoça com o pai; Clarice, irmã de Josiéli mora no Paraná, e ambos estão sem nenhum contato com ela.

Clarisse relata que sua irmã havia conversado com ela, pois havia discutido com o marido no domingo (13) e que queria se separar, inclusive estava arrumando uma advogada para resolver a partilha de bens. No último dia que a irmã conseguiu contato com Josi ela ainda havia dito que conseguiu vender o carro do casal, mas Clarisse desconfiou das mensagens que recebeu, pois segundo ela, não aparentava ser a irmã por trás.

Desde esse ultimo contato, todos os familiares da desaparecida foram bloqueados no WhatsApp e redes sociais, e seguem sem nenhuma informação do bebê e dela.

O filho foi bloqueado no WhatsApp depois de “sua mãe” ter dito que estaria indo embora para o Rio Grande do Sul. Ele foi até a delegacia e registrou um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da mãe.

Para o filho de Josiéli, o marido afirmou que também foi bloqueado das redes sociais e do WhatsApp da mulher. Ele alega que busca informações sobre o paradeiro dela e do filho. O delegado Aden Claus Ceber Pereira, de Itapema, está investigando o caso, mas por enquanto não quis repassar detalhes. “Estamos investigando todas as suspeitas”, adiantou. Ele não revelou se o marido dela foi ouvido pela polícia.